Susan Kae Grant, a fotógrafa das sombras

 

 

 

 

Personagens de contos de fadas como bailarinas, magos, príncipes,  princesas e outros seres mágicos e misteriosos surgem das lentes de Grant. São imagens inspiradas pelos contos dos irmãos Grimm.
Quando ainda estava no colégio, Grant ganhou uma máquina fotográfica reflex de seu pai e se encantou com as várias possibilidades de mostrar seu trabalho. Começava aí  uma jornada de estudos e pesquisas. Logo percebeu que seu barato era mesmo trabalhar com câmeras médio formato. Já na faculdade, retrocedeu ainda mais no tempo,  e ao invés da câmera digital, a fotógrafa preferiu uma 4×5, que é uma máquina ainda mais antiga que todas as outras, a de grande formato, hoje muito pouco usada e conhecida pela nova geração de fotógrafos.
Com um trabalho galgado nas artes plásticas, deixa claro o que quer mostrar. Sombras e sonhos se mesclam aqui, nada é real e ao mesmo tempo é,  para a autora.  Isso é a transposição da fotografia em poesia. Observo surgir dessas sombras sonhos e histórias que a fotografia jamais imaginaria conceber, você também vê?

Uma opinião para “Susan Kae Grant, a fotógrafa das sombras”

  1. Thaís Nozue
    07/07/2013 at 14:13 #

    Lindo, Gê! Sempre trazendo maravilhas pra gente!!