Josef Sudek: O Fotógrafo Poeta de Praga


O Leste Europeu sempre teve uma marca e estética fortes na fotografia. Grandes mestres que já abordamos aqui, como Robert Capa (da Hungria), Antanas Sutkus (da Lituânia) e nosso professor Viktor Kolar (República Tcheca), vieram da região. Os fotógrafos tchecos, aliás, são conhecidos por sua maestria em captar as mais lindas imagens, como pudemos comprovar nos diversos portifólios que estudamos quando lá estivemos. A poesia está presente por todos os lados. É algo cultural.


Por isso decidimos voltar ao início da fotografia tcheca para mostrar um pouco de um dos maiores artistas do mundo: Josef Sudek, conhecido como “o fotógrafo poeta”. Membro fundador da sociedade fotográfica de Praga, largou a profissão de encadernador ao ser convocado para lutar pela frente italiana na 1ª Guerra Mundial. Ele perdeu seu braço direito no conflito, mas fez algumas de suas primeiras fotos notáveis e usou essa arte para vencer a solidão e a depressão.

Depois disso, dedicou-se de corpo e alma à fotografia em Praga. Devido às suas limitações físicas, procurava nas imagens a perfeição estática. Assim, suas fotografias mais conhecidas são de arquitetura, paisagens e panorâmicas da cidade que escolheu para viver e trabalhar. Para isso, usou por anos uma câmera Kodak 1894 que permitia o movimento da lente para criar negativos de 30cm de largura por 10cm de altura. Os retratos de pessoas são bem mais raros.

Outro traço distintivo de Sudek é a melancolia constante em suas imagens, tanto as da primeira fase, marcadas pela nebulosidade, como pela fase seguinte com mais brilho, clareza e nitidez. Ele rejeitou o estilo pictórico e abraçou uma estética mais modernista. Suas imagens possuem uma riqueza fora do comum, um olhar apurado onde é possível percebermos traços de Impressionismo, Surrealismo, Neo Romantismo, Avant-Garde, além, é claro do próprio Movimento Tcheco. Sua maior característica, no entanto, é a maneira como brinca com a luz, conseguindo criar uma escala de valores nos diversos tons que resultam da imagem.

Veja mais em http://www.josefsudek.net

Sem comentários ainda.