Eikoh Hosoe,  entre corpos e imagens

Eu diria que muito mais que a morte, a irracionalidade e o erotismo no trabalho de Eikoh Hosoe, aqui temos uma forte dose de expressionismo, que é a sua marca. As impactantes imagens que nos fazem hesitar , também nos deixam completamente envoltos, hipnotizados.


Suas fotografias vão muito além de personagens e cenários, apesar de trabalhar com performances, dança e arte japonesa. O preto e branco são constantes e  conferem maior dramaticidade às imagens, como se fosse possível…

Hosoe vai do sonho a realidade, você não sabe exatamente onde está pisando, mas o que se vê …é bem parecido com filosofia. Faz refletir, sentir, questionar sobre as coisas que nos rodeiam e como lidamos com elas. Hosoe nos abre sua mente e coração em Corpos e Imagens.

Parte da exposição será exibida no formato de longos rolos de imagens feitos de seda e washi, um tipo de papel feito no Japão.  

Hosoe é pioneiro da fotografia contemporânea no Japão. Inciou sua carreira em 1950.
Será a primeira vez que o Brasil recebe a exposição do fotógrafo.

Seus trabalhos estão espalhados por diversos cantos do mundo, como  Museum of Modern Art, de Nova York, nos Estados Unidos, e do Padiglione d’Arte Contemporânea, localizado em Milão, na Itália.

onde:
Sesc Consolação
http://www.sescsp.org.br/consolacao
Rua Doutor Vila Nova, 245
Vila Buarque – Centro
Quando:
de 26/02 a 03/05

Uma opinião para “Eikoh Hosoe,  entre corpos e imagens”

  1. Marcello
    06/03/2014 at 00:08 #

    Gê, parabéns pelo texto e pelas fotos! Deu vontade de ver a exposição.