Cordão da Mentira: nossos mortos de ontem e de hoje têm vozes

A ditadura não acabou. Ela se transformou. Mas a mentira permanece a mesma. Os assassinos e torturadores dos dissidentes políticos dos anos 1960 e 1970 seguem impunes protegidos pela Lei de Anistia. Da mesma forma, os matadores de dezenas de milhares de jovens (quase sempre pretos, pobres e periféricos) seguem trabalhando nas polícias militares, resguardados pelos Autos de Resistência, que culpam as vítimas por suas mortes, e pela concessão tácita de uma grande parcela da sociedade que aceita a não investigação dos crimes porque “bandido bom é bandido morto” e, claro, associa pobreza com crime. Uma parcela que mente descaradamente, ou que acredita na mentira contada mil vezes.


Foi para denunciar a impunidade dos criminosos da ditadura que surgiu, em 2012, o Cordão da Mentira (veja documentário em http://www.vermelho.org.br/noticia/257239-11), um bloco carnavalesco de escracho composto por manifestantes de diversos coletivos que sai em desfile por pontos históricos de São Paulo, como a sede do DOPS, todo dia 1º de Abril. A data, por ser o dia da mentira, foi excluída da história oficial do Golpe Civil-Militar de 1964, que “comemora” em 31 de março os aniversários daquilo que chamam de “Revolução”. É a mentira como marca de nascença. A mentira que segue nas bocas de quem nega ou minimiza o Estado de Exceção.


Desde o primeiro desfile, as Mães de Maio, que denunciam o massacre contínuo da juventude pela polícia, acompanham os cortejos em São Paulo. Sua luta é a mesma dos ativistas contra a Anistia aos militares. É manter viva em alto e bom som as vozes dos mortos de ontem e hoje. No ano em que a Comissão Estadual da Verdade “Rubens Paiva” admite que a ditadura não acabou e se transforma em Comissão da Verdade e Justiça Mães De Maio, o Cordão da Mentira desceu a Serra e desfilou por mais de dez quilômetros pelo centro de Santos, mostrando os locais de vários assassinatos de inocentes mortos pela polícia e pelas milícias. Nossos mortos têm vozes. E eles gritam pelas bocas de suas mães, filhos, pais e amigos.

É COM AMOR – NO CORAÇÃO
BATENDO – NA PALMA DA MÃO
QUE CANTO ALTO PARA O MUNDO INTEIRO OUVIR
É COM AMOR – NO CORAÇÃO
MAIS ESTE MAR – QUANTA EMOÇÃO
QUE A BAIXADA AGORA JÁ TEM SEU CORDÃO

texto e fotos: Vinicius Souza & Maria Eugênia Sá

12 Responses para “Cordão da Mentira: nossos mortos de ontem e de hoje têm vozes”

  1. Nathalia
    26/04/2015 at 08:38 #

    Muito boa e necessária, a matéria. Fotos marcantes! Parabéns aos dois. Beijinhos!

    • maria eugenia
      26/04/2015 at 19:04 #

      queridíssima, esse trabalho das mães de maio têm sido de muito importância em nossas vidas, obrigada pelo apoio, sempre!! beijins :)

  2. Ricardo Mazza
    25/04/2015 at 00:26 #

    Minha querida amiga Maria Eugênia, Será q um dia teremos a consciência que somos todos um, como a letra Imagine do Jonh Lennon. Falta muito!!!! infelizmente. Parabéns pela matéria!!!! Eé realmente uma realidade invisível e cruel. beijos

    • maria eugenia
      25/04/2015 at 12:34 #

      pois querido amigo Ricardo, ainda tenho alguma esperança e para isso que lutamos,
      obrigada e espero nos vejamos em breve,
      beijins a todos!!

  3. Rodrigo Ferreira
    24/04/2015 at 15:37 #

    Boa tarde Gê !!! Muito boa a matéria, gostei bastante também, valeu por compartilhar de seu conhecimento histórico para com todos nós, grande abraço e PAZ, Hoje e Sempre

    • maria eugenia
      24/04/2015 at 18:11 #

      valeu DJ Logon Rodrigo, é sempre bom recebermos seu retorno,
      beijins

  4. Melissa
    24/04/2015 at 01:15 #

    Texto riquíssimo acompanhado de fotos tão convincentes de uma realidade. Tudo trazendo sensações históricas e humanas ao leitor. Podemos nos colocar no passado, mas também refletir no hoje. Sou fã e admiradora do trabalho de vocês! Parabéns lindo trabalho!

  5. Denise
    24/04/2015 at 00:38 #

    Muito bom, creio que você tenha falado tudo, sabias palavras :)

  6. claudio
    24/04/2015 at 00:01 #

    Gostei muito do testo e das fotos .. Parabéns maria Eugenia e Vinicius. .. e ainda tem gente que pede a volta da ditadura …

    • maria eugenia
      24/04/2015 at 01:20 #

      pois é amigo, é por isso que a gente tem que se mobilizar da melhor maneira para mostrar essas realidades invisíveis..beijins