Raquel Sá

Loucamente Apaixonados (Like Crazy)

 

 

likecrazyLoucamente Apaixonados (Like Crazy) é uma das melhores produções independentes dos últimos anos, entretanto, aqui no Brasil foi lançado diretamente no mercado de DVD. A premissa é simples: dois jovens, a britânica Anna(Felicity Jones) e o norte-americano Jacob (Anton Yelchin), se apaixonam no último ano de faculdade, porém terão que enfrentar diversos obstáculos para ficarem juntos após se formarem.

Como uma história singela como esta conseguiu encantar o público e a crítica e conquistar o Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance de 2011, além de ter rendido à atriz principal o prêmio feminino de melhor intérprete? A resposta está na forma original de apresentar a trama, com bastante improvisação e entrega dos atores, cenas intimistas e espontâneas, que alternam o doce e o amargo do amor, e remontam a realidade de um casal normal, que poderia ter se conhecido no mundo real, fora da ficção criada pelo jovem diretor Drake Doremus, queridinho do público indie e responsável pelos filmesSpooner e Moonpie (inéditos no Brasil).

O público é cativado ainda na primeira cena, quando somos apresentados aos personagens principais e vemos os olhares de interesse e curiosidade trocados entre eles. A música levemente melancólica de fundo e a montagem de pequenos cortes ajudam a contar o romance de Jacob e Anna, sem cair nos clichês tradicionais de Hollywood.

O filme é um drama romântico (com bastante drama e bastante romantismo) e os dissabores começam quando Anna, no auge da paixão, decide esticar a sua estadia nos Estados Unidos e deixa expirar o visto estudantil. A partir daí tudo se complica e o casal passará por longos períodos afastados, com Anna forçada a permanecer na Inglaterra, onde inicia uma promissora carreira de jornalista na Inglaterra e Jacob começando um negócio próprio como designer de móveis em Los Angeles.

Será que um romance verdadeiro sobrevive com os apaixonados vivendo em continentes diferentes e conhecendo pessoas interessantes no caminho? Este é um dos questionamentos propostos pelo filme, que mostra as dificuldades e artimanhas para matar a saudade de quem está distante. Mesmo nos dias atuais, com a tecnologia “aproximando” as pessoas a (não) presença do outro, ali do lado, faz falta.

Loucamente Apaixonados tem semelhanças (pela temática) com outras produções independentes norte-americanas que fizeram sucesso recente no país, como a divertida comédia 500 Dias com Ela – (500) Days of Summer e o belo dramão Namorados para Sempre – Blue Valentine, mas destaca-se no cenário cinematográfico pelo frescor e leveza para contar uma história de amor atual, que custou apenas U$ 250 mil e foi filmada em escassos 20 dias.

Elenco: Anton Yelchin, Felicity Jones, Jennifer Lawrence, Alex Kingston, Charlie Bewley, Oliver Muirhead, Finola Hughes, Chris Messina.
Direção: Drake Doremus
Gênero: Drama
Duração: 90 min.
Censura: 13 anos

 

 

2 Responses para “Loucamente Apaixonados (Like Crazy)”

  1. Cléa Sá
    Cléa Sá
    28/01/2013 at 20:31 #

    Esse está na minha lista, Raquel. O seu jeito de falar do filme deixa a gente com vontade de ver. Ótima coluna. Beijos
    Cléa

  2. vinicius souza
    27/01/2013 at 16:40 #

    deu vontade de ver