Raquel Sá

As aventuras de Pi

Pi2    Pi1

Esta é a primeira coluna do ano e por isso quis indicar os melhores filmes em cartaz: o chileno No, o independente Entre o amor e a paixão, o drama A negociação, a comédia romântica Paris-Manhattan, a ambiciosa ficção-científica A Viagem e o brasileiro O Som ao Redor, premiado em festivais nacionais e internacionais. Destaca-se também na programação As aventuras de Pi, de Ang Lee, que acaba de ser indicado a 11 categorias no Oscar 2013, além de ter sido lembrado em outras premiações.

O longa é uma bela fábula sobre superação e amizade. Acompanhamos a jornada do jovem indiano Piscine Patel, de 16 anos, que é obrigado a testar a sua força e a sua fé em Deus ao se ver perdido no meio do mar após um naufrágio. O garoto passa 227 dias à deriva na companhia inicial de uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre, mas logo fica sozinho apenas com Richard Parker, o feroz tigre-de-bengala – uma das principais atrações do zoológico mantido por seu pai em Pondicherry (cidade colonizada pelos franceses), na Índia. A família estava a caminho do Canadá quando sofreu o naufrágio, entretanto apenas o garoto e os animais sobreviveram.

O segredo do filme é apresentar esta história fantástica não como uma simples fantasia, mas como uma alegoria do processo de amadurecimento do ser humano. A produção é impecável (direção de arte, fotografia, montagem, efeitos visuais, música …) Os animais foram recriados digitalmente, mas parecem de verdade e o 3D é muito bem utilizado, fato raro nas atuais produções. O filme é um deslumbre visual, que encanta os olhos mas ao mesmo tempo faz o público refletir sobre as escolhas e caminhos que tomamos na vida.

O cineasta Ang Lee prova, mais uma vez, a sua sensibilidade e talento para contar histórias ambientadas em regiões distantes de seu país de origem, Taiwan. Ele já havia aproximado a literatura de Jane Austen (e a sociedade inglesa do século 19) das platéias atuais em Razão e Sensibilidade, feito uma análise crítica da classe média norte-americana dos anos 70 (Tempestade de Gelo) e um filme romântico sobre o universo dos cowboys (O Segredo de Brokeback Mountain), além de ter investido, com sucesso, numa modernização dos filmes de artes marciais (O Tigre e o Dragão) e dos dramas/comédias familiares (Comer, Beber, Viver, Banquete de Casamento e A arte de viver). Alguns podem acusar o cineasta de não conseguir manter a excelência em todos os seus trabalhos (caso de Aconteceu em Woodstock e do western Cavalgada com o Diabo), porém não se pode negar que, entre os diretores consagrados de Hollywood, ele é um dos poucos que ainda ousam na escolha dos temas e dos gêneros cinematográficos

Ficha Técnica

Título: As Aventuras de Pi

Gênero: Aventura/Drama

Ano lançamento: 2012

Diretor: Ang Lee

Roteirista: David Magee e Yan Martel

Produção: Kevin Richard Buxbaum, William M. Connor, Dean Georgaris e Ang Lee, entre outros

Elenco: Irrfan Khan, Suraj Sharma, Gérard Depardieu, Rafe Spall, Tabu, Adil Hussain, Shravanthi Sainath, Andrea Di Stefano e Ayush Tandon, entre outros

Fotografia: Claudio Miranda

Trilha Sonora: Mychael Danna

Classificação: 10 anos

Sem comentários ainda.