Regina Motta

30ª Bienal de São Paulo

De muita Arte e 110 Artistas! Falamos da 30ª BIENAL DE SÃO PAULO, no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, mais conhecido como Ibirapuera.  Foi intitulada por seu curador, o venezuelano Perez-Oramas,  “ A  Iminência das Poéticas”.  Belo nome e instigante proposta.

A mostra foi organizada em núcleos denominados “constelações” com o objetivo de afirmar que todas as manifestações artísticas se relacionam entre si e com a arte conceitual como num universo.

A Bienal apresenta, em seus núcleos, trabalhos de extrema delicadeza como bordados, minicolagens e dobraduras em contraste com a agressividade de deslizamento de terras, salas sonoras e, claro, pinturas, esculturas e inúmeras instalações interativas.

O artista brasileiro, sergipano radicado no Rio de Janeiro, Arthur Bispo Rosário (1911-1989) -o único que cito o nome dentre os 110 participantes- viveu confinado em um hospital psiquiátrico na Praia Vermelha, no Rio de Janeiro durante mais de 50 anos. Ali criava suas vibrantes obras a partir de material diverso encontrado ao léu ou “catado” por seus amigos. Eram latas, madeiras, panos e linhas, arames e pregos, papel, papelão, tudo trabalhado como em bordados ou instalações impressionantes. É indescritível, só vendo para crer. O liame, fora a linha, a corda ou o arame, era a palavra, seu pensamento. É de chorar de emoção. Mereceu, sem dúvida, o salão especial com a retrospectiva de sua obra.

Vale a pena a visita da Bienal, sem pressa.

Faça seu roteiro para ter consciência do confronto, diferenças e analogias, verdades e sonhos que integram a ” Iminência das Poéticas” no conjunto das obras apresentadas.

Ainda em São Paulo, além da exposição do acervo Impressionista do Museu D´Orsay e de Caravaggio, há a oportunidade de conhecer a retrospectiva com 150 das obras de LYGIA CLARK (1920-1988) artista mineira.  Além das obras em retrospectiva estão projetos inéditos dos anos 60. A artista foi uma das mais importantes de sua geração. Junto com Helio Oiticica, criou as instalações interativas, apresentadas no museu de arte Moderna do Rio de janeiro, com grande impacto e sucesso até os dias de hoje.

A exposição contém pinturas esculturas, gravuras e desenhos, alem das instalações inéditas.

Na ITAÚ Cultural, na Av. Paulista. Prepare-se para a surpreendente acolhida.

Sem comentários ainda.