Cléa Sá

Nobel – Padroeira – Intolerância

. O prêmio Nobel de Literatura foi para o chinês Mo Yan, ainda não traduzido em português. Pelo menos aqui no Brasil. O filme “Sorgo Vermelho”, de Zhang Yimou, que ganhou o Urso de Ouro no Festival de Berlim de 1988, é baseado em um livro seu.Tomara que agora as editoras se interessem por sua obra. O poeta sueco Tomas Transtömer premiado em 2011 ainda não teve nenhum livro publicado. Descobri agora um poema seu traduzido. Qualquer dia partilho com vocês, pois é bonito e diferente.

. O Nobel da Paz foi para a União Europeia. A justificativa é o que ela fez pela paz no continente europeu nos períodos que se seguiram às duas grandes guerras mundiais. Ainda bem que eles explicaram. É um pouquinho difícil de engolir quando se observa a dificuldade por que passam os povos da Grécia, da Espanha, de Portugal etc. etc.

. O Nobel da China, Mo Yan, vai certamente receber o prêmio na Suécia. Diferentemente de Liu Xiaobo, premiado com o Nobel da Paz em 2011, que não foi pôde ir e  está preso até agora.

. Curiosidades a respeito do Nobel que li agora: os únicos premiados que recusaram o prêmio foram Jean Paul Sartre por questões de princípios e Boris Pasternak, por imposição do regime russo.

. E agora uma prece sincera à nossa padroeira: Nossa Senhora Aparecida, proteja o Brasil e nos livre dos males que nos assolam, e que não são  mais apenas “pouca saúde e muita saúva”. Amén.

. Estou colocando a intolerância das pessoas com os que pensam diferente ao lado da violência e da corrupçaõ. São males que estão me incomodando.

Sem comentários ainda.