Cléa Sá

Curtas

. Ontem levei 1 hora da SQS 215 para o aeroporto de Brasília, quando o normal são 15 minutos. Um engarrafamento gigantesco e não era hora de pico. 9.30 da manhã. Não foi pior porque estar em companhia de Lucas, que ia viajar, é sempre uma festa. Mas não resisti, dei uma de pessimista e disse: “Imagina na Copa!”

. A pesquisa do IPEA que está causando o maior reboliço ao dizer que 65% dos brasileiros acha que mulheres, conforme a forma que se vestem, merecem ser estupradas foi feita corretamente? Tenho lido comentaristas que duvidam da forma e das conclusões e outros que a consideram correta. Não tenho conhecimento para opinar sobre a pesquisa, mas sei que mulheres são estupradas, espancadas e mortas a todo momento. Os números são terríveis. Fazer o quê? Usar burca? Roupa de velha? Sei não. Mas acho que devemos começar por educar os nossos filhos no respeito ao outro. E que a sociedade, na discussão, ache caminhos.

.O que mais me diverte no momento é ler as historinhas do Piauí Herald. Como são criativas e engenhosas. E acertam sempre. Só um exemplo: “STF devolve Juízo Final para a primeira instância.“ Está saborosa. Viva o humor!

. Estou sentindo cheiro de demóstenes torres no episódio do vice-presidente da Câmara dos Deputados André Vargas. Será?

. E pra não dizer que não falei de flores, achei linda a história do aposentado Bert Riley, que tem 83 anos e mora em Manchester, no noroeste da Inglaterra, e está à procura da mulher por quem se apaixonou em 1955. Ai, o amor!

Sem comentários ainda.