Arquivo | junho, 2014

Jerry Uelsman: a mente além dos olhos

Fotografia não é realidade. É representação, e nem sempre da realidade. Como qualquer outra arte, a fotografia pode ser a representação de uma ideia. Aliás, Vilém Flusser chama a fotografia de “transcodificação de conceitos em cenas”. Assim, libertas da “realidade”, as imagens fotográficas podem trazer uma criatividade enorme. E fazem isso desde o início do […]

6 Comentários Continue Lendo →

De futebol de várzea à Copa do Mundo

A cidade era pequena e por ela passava um rio que me parecia muito grande e largo. Era o Santa Rosa. Havia casas em que os quintais chegavam até as suas margens e em uma delas uma grande árvore tinha seus galhos caindo sobre o rio e nela nós subíamos para de lá nos atirarmos […]

4 Comentários Continue Lendo →

Dois filmes de Sarah Polley

Sarah Polley é mais conhecida do público como atriz de filmes independentes, que ousam na temática (A vida secreta das palavras) ou na forma de contar a história (O doce amanhã). Entretanto, já tem alguns anos que ela divide o seu tempo de atriz cult com o trabalho como diretora. A sua estreia atrás das […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

O menino que desenhava na Rádio

  Esta é a história do menino que desenha na Rádio. Aquele famoso. Mas é bem antes dele se tornar conhecido, quando ele ainda era pobre e solitário como eu. Vivíamos uma crise, o dinheiro era pouco, os trabalhos também.  Eram muitos os que viviam pelas ruas emprestando seu talento aos malandros e golpistas. Foi […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

Pé de Meia capta a alma do futebol de periferia

  Sem chuteiras importadas, pés descalços e chinelos de dedo no chão batido. Ao invés de grandiosos estádios milionários, o campinho de terra na periferia. Aqui sim o futebol é vivenciado em sua mais pura essência: a paixão nacional na várzea. Em tempo de padrão Fifa de gastos e corrupção, é fundamental lembrar porque o […]

6 Comentários Continue Lendo →

Salvador Dalí – III

Mais uma vez SALVADOR DALÍ nos presenteia com suas obras espetaculares. No Rio de Janeiro, o CCBB mostra em primeira mão no Brasil uma coletânea de 150 obras do grande mestre do Surrealismo. São obras representativas da multiplicidade de criação de Dalí, com 29 pinturas, 80 desenhos, gravuras, fotografias e documentos. São obras provenientes de […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

O tempo

Costumávamos observar os pássaros; agora observamos o tempo. Nuvens brancas, felpudas como travesseiros, outras cinzentas como polegares gigantes, outras escuras, gordas de destruição. Outrora não nos importávamos. Tínhamos guarda-chuvas, e quartos. Mas enquanto olhávamos em outra direção, para guerras ou distrações variadas, o tempo se esgueirou por trás de nós como uma cobra ou um […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

Altos voos e quedas livres

Nossa jornada pelo mundo encantado dos livros continua e continua bem. A reunião de ontem, apesar da sentida falta dos nossos companheiros que não puderam vir por conta de uma gripe acachapante e por outros motivos válidos, transcorreu lindamente, com grandes momentos, que tentarei registrar de maneira adequada. Talvez consiga, talvez não. Mas peço aos […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

De pessoas queridas, educação e um sonho

Quando completei doze anos e estava na primeira série ginasial, recebi uma incumbência: substituir minha mãe e escrever as cartas de minha avó para seu filho. Fiquei envaidecida e era com prazer que pegava lápis e papel para fazer o rascunho, que depois caprichosamente passava a limpo com a caneta tinteiro. Começava como era de […]

4 Comentários Continue Lendo →

PRIVILÉGIO! COMO?!!!

Envelhecer é um privilégio. Tenho pensado e falado muito nisso. E, com isso concordo inteiramente quando me lembro dos muitos que já se foram antes de mim e, com menos idade. Então, ir-se adentrando pela vida, nesse sentido, é um privilégio, uma vantagem, uma prerrogativa. Mas, convenhamos, nem só de pão vive o homem. Acreditando […]

1 comentário Continue Lendo →