Arquivo | dezembro, 2013

A Construção

Eles ergueram a Torre de Babel Para escalar o céu, Mas Deus não estava lá! Estava ali mesmo, entre eles, Ajudando a construir a torre. Mário Quintana

Deixe um comentário Continue Lendo →

Marc Riboud, o fotógrafo da magia

Fotógrafo da famosa Agência Magnum, onde trabalhou ao lado de mestres do fotojornalismo como Henri Cartier-Bresson e Robert Capa, Marc Riboud, francês de 1923, é considerado um gênio das fotos do século XX por vários motivos. Um deles, é sua capacidade de captar, no momento exato, situações que marcariam a história da humanidade. Seja por […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

À procura do amor

As comédias românticas norte-americanas costumas seguir um padrão: jovem solteira e atraente encontra rapaz jovem nas mesmas condições de status civil e atratividade e, após uma série de desencontros, ficam juntos no final. À procura do amor muda um pouco este enredo. O diferencial desta produção foi a aposta em um casal mais maduro, formado […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

NATAL, AS LEMBRANÇAS DENTRO DA GENTE.

Abriu o armário. Retirou as caixas. De vários tamanhos e formatos guardavam, desde fora, memórias de outros natais. Sabia de cada enfeite, cada bolinha, cada anjo e laço de fita. Colocando-as, sobre a mesa se questionava quanto ao seu próprio desejo de preparar a casa para o Natal. Agora abertas, as caixas revelavam seus guardados […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

Andreas Gursky, a busca pela imagem insuperável

Considerado o “mestre do segundo olhar”, o fotógrafo alemão Gursky conduz o nosso olhar em meio a uma fusão de personagens e objetos, através de um trabalho singular. A leitura aqui pode ser feita de duas maneiras, ou de diferentes distâncias. O observador que se aproxima pode “ler” a imagem, e perceber seus mínimos detalhes. […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

Do tempo, de mudanças e de natais  

Sonho com uma iminente guerra mundial. Parece que nada pode ser feito e o  mundo provavelmente vai acabar. Acordo,  penso no sonho e vejo que não há a nada a temer.  Mundos acabam e são substituídos por outros.   Quantos já tivemos?  Do Big-Bang ao Homo Sapiens grande mudanças aconteceram. E dos Impérios que pareciam eternos – persas, mongóis, romanos -,  […]

13 Comentários Continue Lendo →

O passado revisitado.

Por quê, pergunto-me várias vezes, o passado se torna tão relevante com o passar do tempo? Situações vividas, as mais corriqueiras, outras já esquecidas brotam de nossa memória com um vigor e um frescor de novidade. Esquecer é uma maneira de lembrar, dizem alguns. Porque esquecemos e porque lembramos ficariam sem respostas se de algum […]

1 comentário Continue Lendo →

O PRESÉPIO DE NATAL

O significado da palavra presépio na língua portuguesa é o local onde se abriga o gado. Muitos são os símbolos do Natal: o mais conhecido é o Pinheiro de Natal que simboliza a vida, a esperança. A tradição iniciou-se nos países nórdicos onde, com o inverno rigoroso, as únicas árvores que sobreviviam eram os verdes […]

1 comentário Continue Lendo →

André Kértesz, muito além do seu tempo

Iniciou sua carreira como fotógrafo de rua, e desde então seu objetivo era transformar cenas comuns em ângulos e formas especiais. Autodidata, sempre foi fiel àquilo em que acreditava: “O que eu sinto, eu faço”, dizia. Entre 1914-1915, quando estava servindo ao exército austro-húngaro, documentou os campos de guerra na Europa central, o que fez […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

AS LAPINHAS

Escrito por Aloísio Brandão. O carro de boi de Mané Oco mal acabara de parar em frente à casa de D. Maroca de Zé Isca, perto da Igreja do Perpétuo Socorro, e uma meninada (eu no meio) saltitante, curiosa e feliz acumulara-se sobre a calçada, atraída pelo sinal de que, ali, iniciava-se um acontecimento, naquela […]

Deixe um comentário Continue Lendo →