Arquivo | janeiro, 2013

Bonga – Paxi Ni Ngongo

Bonga, um grande cantor angolano. Ele, além de um grande intérprete, foi muito ativo durante toda a luta pela libertação de Angola.

Deixe um comentário Continue Lendo →

O verbo no infinito

  Vinicius de Moraes   Ser criado, gerar-se, transformar O amor em carne e a carne em amor; nascer Respirar, e chorar, e adormecer E se nutrir para poder chorar   Para poder nutrir-se; e despertar Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir E começar a amar e então sorrir E então […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

As aventuras de Pi

    Esta é a primeira coluna do ano e por isso quis indicar os melhores filmes em cartaz: o chileno No, o independente Entre o amor e a paixão, o drama A negociação, a comédia romântica Paris-Manhattan, a ambiciosa ficção-científica A Viagem e o brasileiro O Som ao Redor, premiado em festivais nacionais e internacionais. Destaca-se também na programação […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

Reminiscências de Terezin

por Vinicius Souza e Maria Eugênia Sá   Na República Tcheca estávamos em três, na companhia da uma queridíssima amiga fotógrafa Christy Speakman. Ela fazendo um curso de fotografia na Universidade em Praga e nós “turistando”. Acabamos nesse meio tempo descobrindo também um curso de fotografia documental que ia ser dado numa antiga cidade fortificada […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

John Lennon – Imagine

Não é uma das mais belas canções já feitas?

Deixe um comentário Continue Lendo →

Curtas

Curtas e variadas . Uma das melhores definições de arte: ”A arte existe porque a vida não basta”. Ferreira Gullar . Os dez melhores romances brasileiros para Graciliano Ramos, listados a pedido da Revista Acadêmica: Inocência, Visconde deTaunay Casa de pensão, Aluísio Azevedo Dom Casmurro, Machado de Assis Jubiabá, Jorge Amado Os corumbás, Amando Fontes […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

O inquietante acaso

          Inevitavelmente o final do ano é um tempo de revisões, reflexões e promessas. Talvez por trazer com ele algo de acabado, sem volta. Enfim, leva-nos a pensamentos de finitude e, me parece, daí nasce a quase necessidade que se impõe de decisões, mudanças e projetos.           Nesse movimento de olhar o que já se […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

Marlène Godoy

Capas de catálogos de várias exposições    

Deixe um comentário Continue Lendo →

Marlène Godoy

  As janelas do  meu inconsciente se abrem  para o mundo sem medo de ser reconhecida como sou… porque já não tenho medo do meu medo de ser. Abraço o meu medo que faz parte de meu EU. CONSTRUÍ MEU EQUILÍBRIO nas minhas necessidades e em qualquer situação Apocalíptica ou não estou sempre a evoluir. […]

Deixe um comentário Continue Lendo →

Curtas

  .Luís  Fernando Veríssimo   voltou a escrever. Li hoje uma crônica dele. A primeira boa notícia do ano. . José Mujica, presidente do Uruguai, foi a maior descoberta de político que fiz no ano passado. Continuo acompanhando as suas inovações e sua maneira de governar com profunda admiração. . Estou lendo a biografia de Graciliano […]

Deixe um comentário Continue Lendo →